Marchinhas de Carnaval cantadas por Silvio Santos

13 11 2008

Depois dos bailes no ginásio do Paulistano, as minhas maiores lembranças de carnaval durante a infância, são as marchinhas que passavam no SBT cantadas pelo próprio Dono do Baú, o amado Silvio Santos.

 

Você também? Então aproveite:



 

É uma pena para muitos, mas a pipa do vovô não sobe mais.

E falando em carnaval:

Valeu!

Roque

Recebi pelo Ferrite!

 

No iPod toca: A Carne – Farofa Carioca

O tempo lá fora é de: agradável pela manhã.

Anúncios




Get Along Gang (Nossa Turma)

11 02 2008

Quem não se lembra da Nossa Turma, desenho que passava pela manhã nos programas infantis do SBT. A animação era sobre animais pré-adolescentes que moravam em um trailer e passavam por diversas aventuras e muuuuita confusão.

Pois é, para muitos a trilha de abertura era contagiante. E pensando nisso, a minha antiga banda, Robo Sapiens, decidiu formatar em 2006 uma versão para tocarmos ao-vivo em nossos shows.

E o resultado, que já atingiu a marca de mais de 9,000 visualizações no YouTube, vocês podem conferir aqui em meu blog.

Divirtam-se:

Lembraram?

Um beijo,
Zipper, o felino Atlético.

No iPod toca: Pecado Capital – Paulinho da Viola
O tempo lá fora é de: Manhã quente de segunda.
O Mac não dá pau desde: 21/01 (21 dias)





The Muppet Show!

19 12 2007

Muppets

Os Muppets Babies fizeram parte da infância de muitos, inclusive da minha. Não lembro de passar aqui no Brasil o Muppet Show, com bonecos de verdade, lembro-me apenas do desenho com a babá gigante que passava na televisão do Patrão Senor Abravanel, desenho esse que era a versão com os personagens em idade de bebês.

Porém, no Cinema em Casa, não eram raras as vezes que os filmes faziam parte da programação, aí sim com bonecos em carne e osso (!!!) e com idade mais adulta. O programa ainda faz sucesso nos EUA, e segundo pude constatar, é uma das produções com existência mais duradoura, tendo estreado no ano de 1976.

Raridade nos desenhos atuais, o Muppets Babies apelavam justamente para aquilo que considero mais fantástico e nobre em nossas cabeças: a imaginação. Éramos pequenos delinqüentes juvenis, a imaginar e a viver e brincar em lugares impossíveis de se alcançar. E os Muppets faziam isso com maestria. Não consigo calcular o bem que tal iniciativa exerce nas crianças.

E o melhor é que nos dias de hoje, com a maravilha do YouTube, pude (e vocês também!) ter acesso a muitas passagens do Muppet Show, em inglês é verdade, mas já vale a pena. São inúmeros quadros disponíveis no Você Tubo, inclusive uma das únicas apresentações ao-vivo da trupe de fantoches. Muito bacana! É impossível não soltar algumas risadas com o Animal, Gonzo e suas galinhas.

E pude concluir, erroneamente talvez, que o humor dos Muppets é muito bem vindo também para adultos. Estava acostumado apenas com os desenhos infantis e piadas leves e inocentes, porém estes quadros disponíveis na internet ilustram piadas e sacadas muito mais inteligentes e sutis.

Enfim, aconselho a vocês, intrépidos leitores, a cultivarem com suas cabeças retrôs, um pouco do Muppet Show, a versão mais madura de um dos maiores fenômenos da televisão americana, tornando o “apresentador” Caco, o Sapo, uma verdadeira celebridade.

Vai valer a pena.

Deixo a vocês, apenas duas das minhas esquetes preferidas:

Um beijo, Jim Henson

No iPod toca: Ave Gengis Khan – Os Mutantes

O tempo lá fora é de: tarde chuvosa. Bem chuvosa.