Bike Hero

19 11 2008

No embalo do último post, que foi sobre Guitar Hero, lá vai uma das coisas mais insanas que já vi alguém produzir!

 

Bike Hero!

 

Valeu rapaziada,

Lance Armstrong

 

No iPod toca: I Believe in Miracles – Eddie Vedder

O tempo lá fora é de: friozinho.

Anúncios




O Guitar Hero mudou a minha vida!

17 11 2008

Tato é a prova que o Guitar Hero pode formar novos roqueiros. Desde o natal que ele “se deu” de presente o jogo, Tato nunca mais quis saber de outro estilo de música.

 

Tudo que ele consumia era relacionado aos mais rebeldes e famosos roqueiros. E olha que o Tato era micareteiro de primeira linha. Ele passou a comprar de tudo: dvd’s, biografias, tatuagens, cd’s, roupas e mulheres.

 

Isso mesmo. Mulheres. Desde que se afundou no mundo do Rock, Tato virou o maior namorado de puta de São Paulo. Depois de uma noite recheada de Guitar Hero, Tato se deliciava com suas moças.

 

E a cada noite, era uma fantasia diferente:

 

         – Agora me chama de Rockstar.

         – O quê?

         – Me chama de Rockstar.

 

         – Me ajuda agora a prender os móveis no teto.

         – Eu preciso tirar a roupa?

         – Depois de me ajudar sim.

 

         – Fala que você deu pro meu segurança antes de chegar aqui!

         – Que segurança?

         – O meu segurança, fala que você também deu pro meu segurança!

 

E Tato começou a viver assim. Deixou o cabelo crescer, começou a beber diariamente, a usar drogas e o seu vício pelo Guitar Hero só aumentava.

 

Só usava roupa de couro, sabia de cor todas as marcas de laquê e praticava atrocidades nas pousadas que ele se hospedava em suas férias. Não era raro virmos cadeiras de praia sendo atiradas pela janela.

 

Tudo isso fruto do Guitar Hero.

 

Agora se você me perguntar se o Tato um dia se interessou em tocar guitarra de verdade, eu digo que não. Tato já tinha a sua vida de roqueiro.

 

E como ele sempre dizia:

 

         – Tocar guitarra de verdade? Não, não, isso é trabalhoso demais.

 

No iPod toca: Johnny B. Goode – Chuck Berry

O tempo lá fora é de: friozinho para um resfriado.





Rockin’ Kiss Louis XIV

10 11 2008

kiss01

Quer ver maquiagens do Kiss em pinturas nem um pouco convencionais para uma banda de Hard Rock?

 

É só entrar no link abaixo:

 

http://www.shootinggallerysf.com/gallery.php?artist_id=current#
 

Todas as imagens estão em ótima definição! Baixe!

 

Dica do Jonis!

 

Valeu!

Peter Criss

 

No iPod toca: Can’t Say What I Mean – Kaiser Chiefs

O tempo lá fora é de: bem agradável.





Queen + Paul Rodgers em SP!

26 09 2008

E para os órfãos de Freddie Mercury: o Queen + Paul Rodgers confirmaram dois shows em Sampa!

26 e 27 de novembro no Via Funchal. Corram e fiquem espertos, que como disseram, esse pode ser o típico show onde os ingressos terminam em 10 minutos.

O link da matéria:

http://musica.terra.com.br/interna/0,,OI3211377-EI1267,00-Com+Paul+Rodgers+Queen+anuncia+dois+shows+no+Brasil.html

Um beijo,

John Deacon

No iPod toca: The Stone – Dave Matthews Band

O tempo lá fora é de: frio.





AC/DC “Rock ‘N Roll Train” – Official Video

24 09 2008

Para continuar os inúmeros posts sobre o novo disco do AC/DC, o Black Ice que será lançado dia 20 de outubro, lá vai mais um muito especial! Trata-se do vídeo oficial do primeiro single do álbum: Rock’n Roll Train.

Lançado primeiro no site dos caras e depois no VH1, o clipe agora está no YouTube. Pronto para você se deliciar.

Confira abaixo:

E continuamos com a torcida para que a turnê mundial da banda passe pelo Brasil. Aí sim, posso morrer em paz.

Até a próxima,

Phil Rudd.

No iPod toca: Shadow on The Sun – Audioslave

O tempo lá fora é de: friozinho.





O Retorno – Parte II

20 08 2008

Voltei!

Acho que a vida deste blog vai ser assim mesmo: idas e vindas sem um pré-aviso. Mas o importante é que ele sempre volta!

Bom, dessa vez eu continuo no mesmo emprego, só estou tocando bastante. Agora são três bandas na parada: os já simpáticos Devotos da Álvaro Alvim, os roqueiros dos Playmobiles e o mais novo projeto com a carismática banda Barba, Cabelo e Bigode.

E pra manter a tradição, essa sexta tem roquenrou rolando com Os Playmobiles. É só sacar o flyer (cliquem para ficar maior) abaixo:

bordo2

bordo2

Quem puder ir, eu agradeço! Não tem preço de entrada, é só levar uma caixa de breja ou aquilo que for beber!

Grande beijo,
Brandão.

No iPod toca: In The Navy – Village People

O tempo lá fora é de: sol pra caraleo!





Os Playmobiles em sua noite de estréia!

30 05 2008

Galera Horrorshow, lá vamos nós em mais um empreitada.

 

Amanhã, sábado, dia 31 de maio, uma nova banda irá nascer: Os Playmobiles.

 

Contando comigo na bateria, André Furlan no baixo, Denis Tanouye na guitarra e Diogo Rodrigues na outra guitarra, Os Playmbobilesprometem um rock and roll de estilo, passando grande parte do repertório nos anos 60, mas sem esquecer de outras sonoras décadas.

 

A nossa noite de estréia será em uma tradicional república Uspiana: a Casa Rosada, em uma festa conhecida como “Rock na Cozinha”, onde 5 bandas se revezam em meio a latas de cerveja, fogão, público efervescente, microondas, chocolate do padre e instrumentos de corda.

 

A entrada no local depende da sua chegada junto a uma caixa de cerveja – de sua preferência – e/ou uma garrafa do liquido que você irá degustar durante a noite. Mais nada. A casa é enorme, portanto venham em quantos bandos vocês quiserem e desejarem.

 

O endereço do local é: Praça Santo Epifânio, 243, Vila Indiana – Butantã – próximo, bem próximo mesmo, da USP.

Aí embaixo tem um mapa indicando o local do acontecimento Horrorshow. Não deixem de conferir!

 

Devemos tocar por volta das 20:30, mas o evento começa lá pelas 17h. Ou seja, dá pra ir assistir ao grande show e ir para outra balada depois!

 

Aguardo por vocês.

 

Um grande beijo e até lá,

Brandão – Os Playmobiles

 

Mapa amigo (é só clicar):

 

 

No iPod toca: Danger – AC/DC

O tempo lá fora é de: frio e nublado.