Procura-se Kiwi Bill!

31 01 2008

Ano passado, quando fui ao Rio assistir ao The Police e passar o reveillon em Copacabana, ambos eventos juntos de minha namorada, ao andarmos pelo metrô, nos deparamos com alguns outdoors no mínimo curiosos.

Eram anúncios para a Hortifruti, a maior rede do Brasil no ramo, com o slogan: “Aqui a natureza é a estrela”. Nessas peças, frutas, legumes e verduras, eram representadas como paródias de filmes.

Os cartazes dos filmes em questão eram refeitos e postos como os produtos sendo os atores e atrizes principais e participando do nome do longa metragem.

São exemplos:

– A Incrível Rúcula
– Kiwi Bill
– A Outra Alface
– E o Coentro Levou
– Berinjela Indiscreta
– O Quiabo veste Prada
– Limão Impossível

Pode parecer infame e babaca, mas me agradou (em partes é claro!). O outdoor, pelo que pude perceber, rende sorrisos sinceros, lembrança de marca e joga uma simpatia a simples verduras e frutas. E ainda completando o conceito, frases eram colocadas estrategicamente para finalizar as idéias, como por exemplo: “Ele fez uma promessa: quem não comprar no Hortifruti vai pagar caro” no caso do Kiwi Bill.

Porém, nos momentos estava sem câmera fotográfica e não consegui registrar tais peças. Peço então que se alguém possuir estas imagens pudesse, na gentileza, mandá-las para mim afim de publicá-las aqui no blog para dividir com vocês, vertebrados leitores, a sinceridade destes outdoors.

Ou se alguém souber a Agência criadora, por favor também me dizer.

Um beijo a todos,
Quentin Tarantino

Update:

Opa Opa!

Com a ajuda da Helô, minha namorada que viu os outdoors junto comigo, achamos as peças no site da Agência que as criou. (Na realidade foi ela que achou!)

A agência se chama MP Publicidade e o site é esse: www.mppublicidade.com.br

Descobrimos também que além das Mídias Externas, a Campanha tinha suporte também na TV e Mídia Impressa.

E a seguir vocês podem conferir algumas das peças que fizeram parte da campanha, inclusive o Outdoor teaser.Vocês só precisam clicar nos links que as imagens abrirão em uma nova janela!

Aproveitem!

Ah, se alguém possuir as outras, é só me mandar que eu publico!

Teaser:

Hortifruti Teaser

Limão Impossível:

Limão Imposs�vel

E o Coentro Levou:

E o Coentro Levou

A Incrível Rúcula:

A Incr�vel Rúcula
Uptade 2:

Ao visitar o Saber é bom Demais! com o link aqui: http://wordpress.moreiracastro.com/ , pude encontrar dois filmes para a campanha citada acima.

Quem queria ver, agora pode!

Aproveitem:

E o Coentro Levou:

http://www.mppublicidade.com.br/site/index.php?target=trabalho_visualiza&pid=478

Berinjela Indiscreta:

http://www.mppublicidade.com.br/site/index.php?target=trabalho_visualiza&pid=477

No iPod toca: Supper’s Ready – Genesis
O tempo lá fora é de: Sol e tarde gostosa.
O Mac não dá pau desde: 21/01 (10 dias)

Anúncios




The Police – Live in Rio

6 12 2007

The Police

Chegou a hora do The Police no Brasil. Após um hiato de mais de 20 anos, o trio inglês, composto por Sting, Andy Summers e Stewart Copeland, ícone cultural e musical dos anos 80, voltou à ativa em uma turnê mundial iniciada em fevereiro deste ano. E neste sábado, às 20h, os Paralamas do Sucesso devem abrir o show para o The Police com a presença de 70.000 pessoas no Estádio do Maracanã, na cidade do Rio de Janeiro. Estarei ali no meio. 

Famosa por ser uma máquina de hits, devido à facilidade de Sting em compor tais canções, a banda ainda rende um bom arregalo nos ouvidos ao se ouvir a mistura de Rock/Pop/New Wave/Ska/Reggae que o trio faz com tanta proeza. Feliz por conter músicos de qualidade técnica acima do normal, a banda, sendo um power trio, consegue encher o som como poucos outros trios conseguem. E eu como baterista, me rendo a virtuosidade e estilo admirável que Copeland tem ao tocar em seus tambores. Qualidade que rendeu filhotes aqui mesmo no Brasil, como João Barone, que é um dos nossos maiores nomes na bateria e fã declarado do Baterista do The Police. Coincidência ou não, João Barone – pra quem não sabe – é o baterista dos Paralamas do Sucesso, banda da abertura. 

O The Police possui um estilo inconfundível, e juntava-se a isso, no inicio da carreira da banda, uma explosão admirável. Não quero acreditar que os mesmos estejam pulando no palco montado no maior estádio do mundo, mas quero acreditar que eles ainda estejam afiados. E é o que dizem por aí. Também não vou entrar no mérito do egocentrismo e arrogância do líder Sting e de boatos que dizem que os ânimos já estão se alterando durante a turnê. O importante é que amanhã os três loiros (não mais volumosos) chegam ao Copacabana Palace, casa dos artistas na Cidade Maravilhosa. 

Estou gastando parte das minhas economias (ingresso salgado + passagem + hotel), mas valerá a pena. Sou do tipo que gosta de contar histórias e essa minha segunda ida ao Maracanã – a 1ª irá render um interessantíssimo tópico futuro – renderá uma ótima delas. Será diferente, será ao som de uma das minhas bandas preferidas.  

Prometo a vocês, fiéis leitores, uma resenha do show em um tópico futuro. Podem me cobrar. Um breve até logo e espero um bom show nos comentários de vocês! Deixo também aqui para vocês um vídeo com os rapazes tocando Message in a Bottle no show (somente para fãs) de anúncio dessa nova turnê e um outro com Roxanne no Grammy de 2007, onde anunciaram para todo o mundo a sua volta.

Um beijo, Brandão.

No iPod toca: Passe em Casa – Tribalistas

O tempo lá fora é de: Tarde ensolarada. Bem bonita.