O Guitar Hero mudou a minha vida!

17 11 2008

Tato é a prova que o Guitar Hero pode formar novos roqueiros. Desde o natal que ele “se deu” de presente o jogo, Tato nunca mais quis saber de outro estilo de música.

 

Tudo que ele consumia era relacionado aos mais rebeldes e famosos roqueiros. E olha que o Tato era micareteiro de primeira linha. Ele passou a comprar de tudo: dvd’s, biografias, tatuagens, cd’s, roupas e mulheres.

 

Isso mesmo. Mulheres. Desde que se afundou no mundo do Rock, Tato virou o maior namorado de puta de São Paulo. Depois de uma noite recheada de Guitar Hero, Tato se deliciava com suas moças.

 

E a cada noite, era uma fantasia diferente:

 

         – Agora me chama de Rockstar.

         – O quê?

         – Me chama de Rockstar.

 

         – Me ajuda agora a prender os móveis no teto.

         – Eu preciso tirar a roupa?

         – Depois de me ajudar sim.

 

         – Fala que você deu pro meu segurança antes de chegar aqui!

         – Que segurança?

         – O meu segurança, fala que você também deu pro meu segurança!

 

E Tato começou a viver assim. Deixou o cabelo crescer, começou a beber diariamente, a usar drogas e o seu vício pelo Guitar Hero só aumentava.

 

Só usava roupa de couro, sabia de cor todas as marcas de laquê e praticava atrocidades nas pousadas que ele se hospedava em suas férias. Não era raro virmos cadeiras de praia sendo atiradas pela janela.

 

Tudo isso fruto do Guitar Hero.

 

Agora se você me perguntar se o Tato um dia se interessou em tocar guitarra de verdade, eu digo que não. Tato já tinha a sua vida de roqueiro.

 

E como ele sempre dizia:

 

         – Tocar guitarra de verdade? Não, não, isso é trabalhoso demais.

 

No iPod toca: Johnny B. Goode – Chuck Berry

O tempo lá fora é de: friozinho para um resfriado.





Marchinhas de Carnaval cantadas por Silvio Santos

13 11 2008

Depois dos bailes no ginásio do Paulistano, as minhas maiores lembranças de carnaval durante a infância, são as marchinhas que passavam no SBT cantadas pelo próprio Dono do Baú, o amado Silvio Santos.

 

Você também? Então aproveite:



 

É uma pena para muitos, mas a pipa do vovô não sobe mais.

E falando em carnaval:

Valeu!

Roque

Recebi pelo Ferrite!

 

No iPod toca: A Carne – Farofa Carioca

O tempo lá fora é de: agradável pela manhã.





100!

28 08 2008

Atenção, atenção, este é o post número 100 do Muito Horrorshow!
Isso mesmo, em um ano de blog, ele alcançou somente agora o centésimo post.

Mas vale um registro! 100 posts. 100 músicas, 100 tempos lá fora e por aí vai.

E pra fazer algo com o número 100, lá vão as 100 (113 na verdade) músicas mais executadas em meu iPod, desde que eu o ganhei no ano passado, quase que junto com a criação deste blog.

QUÉ MAIS? ENTÃO TOMA:

1 Here Comes Your Man – The Pixies – 42 vezes

2 – Jorge Maravilha – Chico Buarque – 41 vezes

3 – Cinza – Engenheiros do Hawaii – 38 vezes

4 – Ilegal, Imoral ou Engorda – Roberto Carlos – 37 vezes
O Vira – Secos e Molhados – 37 vezes

6 – Maior Abandonado – Barão Vermelho – 36 vezes
Toda Forma de Poder – Engenheiros do Hawaii – 36 vezes
Alegrias de Domingo – Originais do Samba – 36 vezes

9 – Crazy Little Thing Called Love – Queen – 35 vezes
Vertigo – U2 – 35 vezes

11 – O Vagabundo – Engenheiros do Hawaii – 34 vezes
Menina Moça – Móveis Coloniais de Acaju – 34 vezes
Cabrobró – Tianastácia – 34 vezes

14 – Opereta de Durval – Devotos da Álvaro Alvim – 33 vezes
Everlong – Foo Fighters – 33 vezes
Al Capone – Raul Seixas – 33 vezes

17 – Surfin’ Safari – Beach Boys – 32 vezes
New Age Girl – Deadeye Dick – 32 vezes
Roadhouse Blues – The Doors – 32 vezes
Knockin on Heavens Door – Guns And Roses – 32 vezes

21 – Solta o Frango – Bonde do Rolê – 31 vezes
Mas que Nada – Jorge Ben – 31 vezes
Como nossos pais (nos agüentam) – Pedra Letícia – 31 vezes

24 – You Can Leave Your Hat On – Tom Jones – 30 vezes

25 – O Coro Vai Comê! – Charlie Brown Jr. – 29 vezes
Vertical – Engenheiros do Hawaii – 29 vezes
Minha Teimosia – Jorge Ben – 29 vezes
Last Night – The Strokes – 29 vezes

29 – Taxman – The Beatles – 28 vezes
Manuel – Ed Motta – 28 vezes
De Noite, Na Cama – Erasmo Carlos – 28 vezes
Maldito Hippie Sujo – Matanza – 28 vezes
Dani California – Red Hot Chili Peppers – 28 vezes

34 – Dê Chance ao Suficiente – 27 vezes
Coração Blindado – Engenheiros do Hawaii – 27 vezes
Não Adianta – Jorge Ben & Trio Mocotó – 27 vezes

37 – Ele é o Bom – Eduardo Araújo – 26 vezes
O Telefone – Jorge Ben – 26 vezes

39 – Uptwon Girl – Billy Joel – 25 vezes
Parabólica – Engenheiros do Hawaii – 25 vezes
Cachaça – Timbalada – 25 vezes

42 – Tieta – Bonde do Rolê – 24 vezes
O Calhambeque – Roberto Carlos – 24 vezes
Lacinho Cor de Rosa – Celly Campello – 24 vezes
Dudivara – Farofa Carioca – 24 vezes
Chove Chuva – Jorge Ben – 24 vezes
Menina Mulher da Pele Preta – Jorge Ben – 24 vezes
Bom é quando faz mal – Matanza – 24 vezes
Bebe Arrota e Peida – Matanza – 24 vezes

50 – Barbara Ann – Beach Boys – 23 vezes
Guantánamo – Engenheiro do Hawaii – 23 vezes
Faz de Conta – Engenheiros do Hawaii – 23 vezes
Novos Horizontes – Engenheiros do Hawaii – 23 vezes
Moro no Brasil – Farofa Carioca – 23 vezes
Sister – The Nixons – 23 vezes
Veste o Uniforme – Rumbora – 23 vezes
Red Red Wine – UB40 – 23 vezes

58 – Como um Anjo – César Menotti – 22 vezes
A Montanha – Engenheiros do Hawaii – 22 vezes
Pra Aquietar – Luiz Melodia – 22 vezes
Óculos – Os Paralamas do Sucesso – 22 vezes
Betterman – Pearl Jam – 22 vezes
Rock this Town – Stray Cats – 22 vezes
What I Got – Sublime – 22 vezes

65 – Biquíni de Bolinha – Celly Campello – 21 vezes
Loud and Clear – The Cranberries – 21 vezes
Não Consigo Odiar Ninguém – Engenheiros do Hawaii – 21 vezes
A Onda – Engenheiros do Hawaii – 21 vezes
Welcome to the Jungle – Guns And Roses – 21 vezes
Are You Gonna Go My Way – Lenny Kravitz – 21 vezes
Bororó – Motumbá – 21 vezes

72 – Givin The Dog a Bone – AC/DC – 20 vezes
Quem é o Gostosão Daqui? – Aviões do Forró – 20 vezes
Surfin’ USA – Beach Boys – 20 vezes
Champagne e Água Benta – Charlie Brown Jr. – 20 vezes
Walk of Life – Dire Straits – 20 vezes
Blue Suede Shoes – Elvis Presley – 20 vezes
Os Alquimistas – Jorge Ben – 20 vezes
Love Gun – Kiss – 20 vezes
Do Seu Lado – Nando Reis – 20 vezes
Rock das Aranha – Raul Seixas – 20 vezes

82 – James Bonde – Bonde do Rolê – 19 vezes
Voltei a Cantar – Chico Buarque – 19 vezes
Tanto Mar – Chico Buarque – 19 vezes
É hoje – Dudu Nobre – 19 vezes
No meio de Tudo Você – Engenheiros do Hawaii – 19 vezes
Pra Ser Sincero – Engenheiros do Hawaii – 19 vezes
Oh What a Night – Four Seasons – 19 vezes
Great Balls of Fire – Jerry Lee Lewis – 19 vezes
Clube dos Canalhas – Matanza – 19 vezes
Punheta – Os Ostras – 19 vezes
Minha Fama de Mau – Erasmo Carlos – 19 vezes
Summertime Blues – Ritchie Valens – 19 vezes
Eu sou Terrível – Roberto Carlos – 19 vezes
São Gonça – Seu Jorge – 19 vezes

95 – What Do You Do For Money Honey – AC/DC – 18 vezes
Please, Please Me – The Beatles – 18 vezes
All My Loving – The Beatles – 18 vezes
Listen To The Music – Doobie Brothers – 18 vezes
O Ritmo da Chuva – Fernanda Takai & Rodrigo Amarante – 18 vezes
Supercool – João Brasil – 18 vezes
With a Little Help From My Friends – Joe Cocker – 18 vezes
Tempo Ruim – Matanza – 18 vezes
Busted – Matanza – 18 vezes
Ela Roubou Meu Caminhão – 18 vezes
Seria o Rolex? – Móveis Coloniais de Acaju – 18 vezes
Pretty Fly (For a White Guy) – The Offspring – 18 vezes
A Minha Menina – Os Mutantes – 18 vezes
Timoneiro – Paulinho da Viola – 18 vezes
Message in a Bottle – The Police – 18 vezes
Tie Your Mother Down – Queen – 18 vezes
Esqueci de te Esquecer – Revelação – 18 vezes
Stop – Spice Girls – 18 veze
113 – We’re Not Gonna Take It – Twisted Sisters – 18 vezes

Um beijo a todos e muito obrigado pelos comentários e visitas!
Voltem sempre!

Até o post 200!
Brandão – Muito Horrorshow!

No iPod toca: Mis Colegas – Ska-P
O tempo lá fora é de: belo sol!





Rááá: Ópera do Mallandro

13 05 2008

Sérgio Mallandro, um dos maiores ícones dos anos 80, sempre nos proporcionou momentos de risadas gratuitas e prolongadas.

Mas desde o seu extinto programa na CNT, nas madrugadas de sábado, o eterno namoradinho da Xuxa, ficou um pouco longe da mídia.

Sérgião fazia no máximo aparições, como no Hermes e Renato, cooperando até em uma música do Massacration: Metal Glu-Glu.

Mas em 2007, o cineasta e músico André Moraes fez o curta-metragem “Ópera do Mallandro”, que conta a história de um garoto (Michel Joelsas, de “O Ano Em Que Meu Pais Saíram de Férias”) que precisa fazer uma redação em 15 minutos, em sua última prova recuperação.

O curta faz divertidas novas leituras de clássicos de Sérgio Mallandro, contando com uma produção musical de respeito e atores renomados. São nomes como: Lázaro Ramos, Luciano Szafir, Wagner Moura, Lúcio Mauro Filho e o próprio Sérgio Mallandro.

O curta é divertidíssimo e nos faz lembrar de diversos ícones dos anos 80. E navegando por aí, encontrei o link para assistirmos o curta na integra! É só clicar e aproveitar:

Ópera do Mallandro

E aí, saiu cantando as músicas?

Tomara que sim.

 

Um grande beijo,

Xuxucão

 

No iPod toca: Sloop John B – Beach Boys

O tempo lá fora é de: Frio e nublado