Obrahma!

7 11 2008

Mais um post para integrar a febre que o novo presidente americano, Barack Obama, se tornou.

 

Demorou, já é.

obrahma

 

Até a próxima,

Jimmy Carter

 

No iPod toca: Baby Suporte – Barão Vermelho

O tempo lá fora é de: calorzinho pela manhã.

Anúncios




Stella Artois em nova versão: 985ml

5 11 2008

stella

 

Bem no começo desse blog, eu fiz um tópico falando da Heineken em barril de 5l, que na época me deixou lotado de ansiedade para comprar a novidade.

 

E desde lá, eu não encontrava nenhuma novidade no mercado de cervejas que me fizesse salivar de vontade. Até agora.

 

Pois a minha angustia acabou. A AmBev lança nesta semana uma nova versão da deliciosa Stella Artois: a garrafa de 985ml, isso mesmo, quase 1l de Stella Artois dentro da sua geladeira.

 

A cerveja que chegou em 2005 no Brasil e contava até hoje somente com duas versões: long neck de 275ml e chope, vem agora saciar a sede dos mais gulosos. Como eu. Mas infelizmente somente os sortudos moradores de três cidades poderão comprar a iguaria: São Paulo em 70 Pdv’s, Porto Alegre em 50 Pdv’s e Rio de Janeiro em 50 Pdv’s.

 

A campanha publicitária recebe a assinatura da BorghiErh/Lowe e as peças contam com o slogan: Nova Stella Artois 985ml. Para grandes comemorações.

 

Pequenas ou grandes, aproveite e saúde!

 

Valeu!

Homer Simpson

 

No iPod toca: The Tune – Helloween

O tempo lá fora é de: Calor pela manhã.





Crueldade nua e crua

3 11 2008

Não sei a razão disso ter acontecido.

Nem quando aconteceu.

Parece que foi no Irã.

Pura crueldade.

 

 

Meus pêsames a todos nós, que perdemos companheiros ilustres.

 

 

 

Alguém sabe o porquê disso tudo?

 

Um minuto de silêncio,

João Andador

 

No iPod toca: Cretina – Velhas Virgens

O tempo lá fora é de: Nublado. Mas muito agradável.





Notícias Bizarras 6: A Égua e o Pub

30 09 2008

Grande Égua Peggy.

Minha companheira de bebidas, porções saborosas e porres memoráveis.

Uma pena que não mais a encontrarei por lá!

É só clicar: http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/09/080930_pubproibecavalo_np.shtml

Até a próxima pessoal.

Um coice,

Pé de Pano.

No iPod toca: Broken, Beat & Scarred – Metallica

O tempo lá fora é de: frio chato.





Subway Night Fever! Mind the Beer!

6 06 2008

O novo prefeito de Londres proibiu o consumo de bebidas alcoólicas no metrô. Sendo assim, no último dia antes da proibição, milhares de jovens invadiram as estações para beber uma última vez!

Resultado: 6 estações tiveram que ser fechadas, vários vagões foram danificados e 17 pessoas foram presas!

Estação (Puts-Puts-Puts) Vila (Puts-Puts-Puts) Madalena (Puts-Puts-Puts)

Veja as imagens da noitada abaixo:

Dica da Nicolle!

Um até logo,

Mel C.

No iPod toca: A Little Time – Helloween

O tempo lá fora é de: sol gostoso!





Real Men of Genius: Bud Light!

3 06 2008

Real Men of Genius é uma série de propagandas criadas pela DDB Chicago para a cerveja Bud Light. E que são, de longe, alguns do meus comerciais favoritos.

A série mostra em cada filme ou spot, personagens inusitados, sendo considerados como verdadeiros heróis americanos que merecem uma Bud Light, cerveja de 110 calorias que desde 2001 é a mais vendida nos EUA.

E era esse o nome da criação antes dos ataques de 11 de setembro de 2001: Real American Heroes.

Usando muito humor, sarcasmo, paródias muito bem feitas, situações e atitudes inusitadas, os diversos personagens criados pela agência americana caíram no gosto de nossos amigos ianques. Rendendo mais de 50 versões em mais de 6 anos de campanha, que faturou em 2004, o Leão de Ouro em Cannes.

Sendo assim, assistam abaixo alguns dos meus filmes favoritos. E vejam porque eu gosto tanto destes comerciais.

Mr. Really Really Really Bad Dancer

Mr. Giant Taco Salad Inventor

Mr. Way Too Much Cologne Wearer

Outros “episódios” da série, vocês encontram neste site: http://thefuntimesguide.com/2004/10/bud_light_real.php/ ou no próprio YouTube.

Um até logo,

Mr. T-Shirt Launcher Inventor

No iPod toca: Hei moço, já matou uma velhinha hoje? – Rogério Skylab

O tempo lá fora é de: pra lá de agradável. Céu azul!





Heineken em Barril!

9 01 2008

Heineken em Barril

Certas coisas você aprende a gostar. Lembro-me da primeira vez que comi açaí, por exemplo. Logo de cara não me atraí por aquela substância pastosa e roxa, não era uma das coisas mais “nham-nham” que pude conhecer. Mas enfim, depois de uma, duas, três experimentadas, peguei gosto pela coisa. Hoje em dia, por muitas vezes sinto vontade de saborear um açaí geladinho com granola e banana picada. Mesmo quando o frio é o clima predominante da temporada.

E foi assim também com a cerveja, lembro de quando era um pequeno jovem experimentando a loirinha pela primeira vez. A vida já bastava para a quantidade de amargura que o liquido podia me proporcionar. Mas enfim, a socialização era necessária, e a cerveja foi se tornando companheira constante nos meus dias, chegando a ocupar quase que 95% da pequena geladeira estrategicamente posicionada em meu quarto musical.

E já inserido no universo cervejeiro, durante as minhas idas ao falecido O’Malley’s, pude experimentar a holandesa e inconfundível verdinha Heineken. Sabor extremamente característico, amargura pra lá de metro e uma cara de estranhamento em meu rosto. No começo não gostei, mas continuava a solicitá-la à garçonete, afinal era a mais “em conta” da casa.

E vejam só meninos e meninas, hoje em dia, não tenho dúvida que a Heineken é a melhor cerveja Premium que nós brasileiros podemos consumir a um preço acessível. E procuro ostenta-la em minha residência com certa freqüência. E segundo li no Estadão, em pesquisa realizada por eles, a Heineken foi eleita a Melhor das Cervejas Premiuns, fato que já tinha sido proferido por mim neste mesmo parágrafo.

Mas além de suas cativantes propagandas, patrocínio quase que eterno à Champions League, a verdinha lança uma das coisas mais bacanas que pude ver em um supermercado nos meus últimos 22 anos: um barril de 5 litros que você pode levar para a casa. Isso mesmo, um barril da Heineken, de 5 litros, estacionado na sua sala de jantar e dormindo em sua geladeira. Além de ser facilmente adquirido nas melhores lojas do ramo (apesar de que na realidade não estou o encontrando com freqüência).

Pedida certa àqueles encontros casuais com a patotinha do colégio ou pequenos ensaios da sua bandinha pra lá de animada, o Barril garante volume e sabor em doses razoáveis e agradáveis. E se você não tiver fôlego e disposição suficiente para zerar o simpático barril em uma tomada só, você pode sim guarda-lo para um segundo round. É só fechar o compartimento de evasão.

Longa vida à Heineken e às boas idéias feitas pensando em nós, bebedores de cerveja.

Um beijo a todos,

Homer Simpson

 Obs.: Espero de coração que todos vocês, queridos leitores, que já ultrapassarm a marca de 1.000 (eu mesmo devo ter entrado umas 800 vezes), tenham tido um ótimo final de ano e um ótimo começo de 2008. Perdão pela demora para realizar posts novos.

No iPod toca: Luz – Engenheiros do Hawaii
O tempo lá fora é de: Sol forte entre nuvens.