Espaço JG Número 4 – Culpa dos Chineses

17 10 2008

Sexta-feira, América do sul, céu azul, 40 graus, dia de pirata no Muito Horrorshow!

Boa leitura a todos!

 

Beijos,

Brandão – Muito Horrorshow!

 

No iPod toca: Warehouse – Dave Mattews & Tim Reynolds

O tempo lá fora é de: bem agradável.

 

A Culpa dos Chineses

Por João Guilherme Pires

 

Em 2089, resolveram culpar os chineses por toda essa zona de meio ambiente, escassez de recursos e aquecimento global.- Coisa de americano! -, diziam os alto representantes comunistas, alegando que tudo não passava de propaganda do Tio Sam.
O argumento era: tinha tanto chinês no mundo, que desequilibrou o sistema. E era tamanha a gana de crescer e se tornar a maior potência global, que o que já era ruim ficou terrível. Efeito estufa, derretimento das geleiras, extinção dos pandas, poluição dos oceanos. Tudo culpa deles.
Solução proposta: matar chineses. Simples assim. E não é que o resto do mundo concordou? Tudo bem, não é a primeira vez que uma galera se dispõe a matar outra galera indiscriminadamente e ainda achar que tá com a razão. Mas acreditávamos estar num estágio mais avançado da civilização.

Agora, legal mesmo foi quando as empresas começaram a apoiar essa idéia. Pois é, sustentabilidade, responsabilidade social. Nosso futuro começa hoje. Aquele papo.E veio a propaganda, claro: “O Banco do Planeta, é aquele que, dia após dia, trabalha para eliminar um chinês e um problema da sua vida.” “Para realizar nossos sonhos, é preciso começar agora. E você, já matou seu chinês hoje?” “Porque você sabe, nós da Empresa Tal, já pensávamos em você quando você nem existia. E há 20 anos, já matávamos milhares de chineses, só pra você viver melhor.”

Mas o engraçado é que, apesar de matar chineses, também contratavam. Claro, eles eram imprescindíveis na tarefa de elaborar as milhões de malas diretas que as empresas enviavam diariamente para pessoas que nem eram clientes. “Mão de obra barata.”, dizia o pessoal do RH. “Prospectar é fundamental para o nosso negócio.”, dizia o pessoal do Marketing. Para compensar, falavam que o papel dos materiais era feito com sangue de chineses, para preservar os recursos naturais do planeta.

Anos mais tarde e já não havia mais chineses. Alguns apenas em zoológicos ou empalhados em museus. Mas nada da situação climática e ecológica do planeta melhorar.

Vieram novos estudos e, pronto, descobriram que tinham errado o diagnóstico. Na verdade, o problema mesmo era a flatulência dos bilhões de gados que eram criados para alimentar um mundo de gente querendo carne.

E o Banco do Planeta, a Empresa Tal e todos os CEOs, como não tinham mais chineses para fazer os anúncios, nem dinheiro para contratar tanta mão de obra, pediram para as empresas, por um custo bem menor, fazer só uma mudancinha:

– Onde tiver escrito “chineses”, favor trocar por “gado”. Ok? Qq dúvida me liguem.    Obrigado. Abs.

 

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: